Ouça nossos podcasts

ESPERANÇA: A ÂNCORA DA ALMA

O livro de Hebreus poderá ser resumido em apenas uma frase, sem perder a sua essência: CONSIDERE ATENTAMENTE O SENHOR JESUS!

O Senhor Jesus entrou uma vez e para sempre no Santo dos Santos e assim tornou-se o nosso Sumo Sacerdote eterno. Ofereceu-se como sacrifício vivo por nós, ressuscitou e vive eternamente para interceder por nós.

O sumo sacerdócio de Cristo parece ser o tema mais importante da carta aos Hebreus. E por que o seria? Penso que o autor nos dá uma boa resposta:

A âncora da nossa alma é a esperança e, como âncora, segura e firme, está baseada no sumo sacerdócio de Cristo. Ele nos fala duas vezes em esperança no capítulo 6:  a primeira, no versículo 11, exortando-nos a sermos diligentes, cuidadosos, zelosos, para a plena certeza de esperança. Temos um papel aí definido. A segunda vez, no versículo 18, mostrando que todo o alento, o conforto, a firme consolação, o encorajamento, enfim, vêm da promessa de Deus, sob juramento. Então devemos lançar mão da esperança proposta. Ela é a âncora da nossa alma.

Foto: tan4ikk/Depositphotos

Às vezes, tentamos ancorar a nossa alma em muitos elementos (conhecimento, casamento, outras pessoas, profissão, dinheiro e até religiosidade). Entretanto, o que de fato estabiliza a nossa vida, é a esperança que temos na pessoa de Cristo, nosso Sumo Sacerdote.

A âncora, dentro do navio, não pode estabilizá-lo! Pois a nossa esperança não está em nós mesmos. Ela está “segura e firme” e penetra além do véu, isto é, está lançada no sacerdócio de Jesus.

Encontramos, no capítulo 7 de Hebreus, cinco fundamentos do sacerdócio de Cristo:

1º fundamentoJesus é Sumo Sacerdote segundo a ordem de Melquisedeque. Isso quer dizer, eleito segundo o conselho de Deus. “Deus não vê como vê o homem “ (1Sm 16.7). Em toda a história da humanidade existem muitos Melquisedeques. Pessoas que, ouvindo o chamado de Deus, atendem. Pessoas a quem Deus se revela. Essa é, para mim, a ordem de Melquisedeque. A ordem daqueles que são estabelecidos pelo Deus Altíssimo.

2º fundamentoO sacerdócio de Cristo é superior ao Levítico. Levi é filho de Jacó (Israel), portanto, quarta geração a contar com Abraão. Como Abraão entregou o dízimo a Melquisedeque, o sacerdócio levítico (na pessoa de Abraão), prestou honras ao sacerdócio de Cristo (na pessoa de Melquisedeque). E mais, Melquisedeque abençoou a Abraão. Quem abençoa é o pai ou o filho?

3º fundamentoO sacerdócio de Jesus é eterno. Em Hebreus 7.17 encontramos: “Porquanto se testifica. Tu és sacerdote para sempre...”. Jesus ressuscitou, e vive eternamente e intercede pelos santos, aleluia!

4º fundamentoO sacerdócio de Jesus é completo e definitivo. Ver Hebreus 7.27 e 28; 9.11 e 12.

5º fundamentoO sacerdócio de Jesus Cristo é sacerdócio de justiça e paz.

A palavra Melquisedeque quer dizer rei de justiça. E ele é rei de Salem, que significa paz. Não existe paz sem justiça (Rm 5.1-5; 5.18)

Conclusão: A esperança é a âncora da alma. Deve ser buscada diligentemente para a sua plena certeza. A esperança está ancorada em Jesus, o Sumo Sacerdote eterno.

Robertson Brasil

Ou entre em contato diretamente pelo e-mail:

R. Itapagipe, 69 • Concórdia • Belo Horizonte • MG • CEP 31110-590

Tel.: (31) 2551-6162 • Administrativo / Secretaria (das 12h às 18h)

Copyright © Igreja Batista da Redenção 2020 • Todos os direitos reservados • Webdesign: MDACriativa/Inventus