• Subcribe to Our RSS Feed

O EVANGELHO

out 27, 2013   //   by marco   //   Editorial da Semana  //  No Comments

O Evangelho é a palavra que usamos para falar a respeito da mensagem que, como igreja, compartilhamos com outras pessoas a respeito de Deus. Tudo que cremos, somos e fazemos como igreja está alicerçado no Evangelho.

O significado da palavra evangelho é “boas notícias”. Então, quando falamos sobre o Evangelho estamos falando a respeito de algo bom.

UMA MÁ NOTÍCIA

Contudo, para que essa notícia do Evangelho seja boa, é preciso compreender que estamos inseridos num contexto de caos. Assim, a boa notícia do Evan­gelho só é boa devido ao fato de que existe também uma “má notícia”.

Considere o seguinte exemplo: Se eu disser para você que foi descoberta a cura, mediante um medicamento recém elaborado para uma enfermidade crônica, ape­sar disso ser uma boa notícia, talvez você ouça sem nenhuma grande expectativa.

Contudo, se eu disser para você que você tem essa enfermidade, isso é uma “má notícia”, então a “boa notícia” do medicamento descoberto passa a ser extremamente valiosa para você.

É exatamente por isso que é importante, antes de se dar a “boa notícia” do Evangelho, deixar claro que existe uma “má notícia” que as pessoas precisam saber, por estarem condicionadas a ela, muitas vezes sem se dar conta disso.

Para entendermos a má notícia precisamos saber que Deus é um ser pessoal, perfeito e moralmente íntegro. O Deus bom e santo criou o Universo e fez o ser humano à sua imagem e semelhança, para que este vivesse em um relacionamento de amor e harmonia com seu Criador e toda a criação.

No entanto, o ser humano fez a opção de usar sua liberdade para se desconectar de seu Criador e procurar dirigir e desenvolver sua vida independente dele. Essa decisão levou toda a criação a um estado de caos que se configura na resistência e rebelião do coração humano para com as orientações de seu Criador, a competitividade e egoísmo do ser humano para com o outro, e o indiscriminado e irresponsável gerenciamento da natureza que o ser humano deveria cuidar.

O nome que a Bíblia dá para essa atitude de independência de Deus assumida por nós seres humanos é PECADO. E a situação em que fomos inseridos e estamos vivendo é chamada de MORTE.

Não temos condições, por conta própria, de reverter essa situação. A má notícia, portanto, é que estamos mortos em nossa independência de Deus e não conseguimos sair dessa condição sozinhos e por conta própria.

Temos, portanto, uma enfermidade, essa é a nossa má notícia.

A BOA NOTÍCIA

Percebendo o caos que está instaurado em nosso mundo, recebemos, portanto, da parte de Deus, uma boa notícia, que chamamos de Evangelho.

A boa notícia do Evangelho é que, embora todo ser humano nasça escravo dessa realidade maligna da independência de Deus e viva em um mundo marcado pelas trevas da ignorância e desobediência, Deus pode e deseja nos resgatar dessa condição. O nome dado a essa atuação de Deus nos resgatando é GRAÇA. E a atuação é chamada de SALVAÇÃO.

“Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie.” (Efésios 2.8-9)

O que precisamos compreender aqui é que o Evangelho nos informa que existe uma decisão por parte de Deus, ele decidiu nos salvar, ele decidiu não nos deixar em nosso estado de rebelião e independência dele. E existe um “modus operandi”, uma maneira pela qual Deus resolveu que iria nos salvar, que é através da presença de Deus em nosso mundo na vida de Jesus Cristo, o Deus Filho, que viveu perfeitamente como ser humano, que deu a sua vida por nós, morrendo em uma cruz, assumindo assim a nossa culpa, e que mediante a sua ressurreição nos oferece a sua justiça.

O meio pelo qual temos acesso a essa ação de Deus é a FÉ.

É importante que não confundamos as coisas aqui. Não somos salvos pela fé, somos salvos pela graça, por meio da fé. Ou seja, a fé é o meio de acolhermos o que Deus fez por nós.

Fé aqui é a admissão de que Deus fez tudo que deveria ser feito em Jesus Cristo para nos trazer de volta para seu Reino de amor e paz. Tudo o que precisamos fazer é aceitar, crer e receber o que Deus fez por nós em Jesus Cristo e então vivermos novamente na esfera de nossa dependência de Deus.

“Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, em quem temos a redenção, a saber, o perdão dos pecados.” (Colossenses 1.13-14).

Em outras palavras, o Evangelho é a boa notícia de que através de Jesus Cristo eu fui salvo de minha independência de Deus, que sua ira santa merecida por mim foi retida em Jesus Cristo e que agora eu estou em um novo Reino, vivendo uma nova realidade de vida em Jesus Cristo.

Ricardo Costa

Comments are closed.